8 razões indiscutíveis para abrir um negócio próprio

8-razões-para-abrir-um-negócio-próprio

Negócio Próprio versus Carteira Assinada: eis a questão.

Questão que nada, gente. Abrir um negócio próprio está entre os 3 maiores sonhos dos brasileiros e os micro e pequenos negócios movem a economia no país. Para abrir um negócio você não precisa de faculdade ou de Q.I (quem indique); não precisa necessariamente de altos investimentos nem ponto fixo. O que você precisa é começar onde está, com o que você tem, fazendo o que você pode fazer (Arthur Ashe), e hoje você pode planejar.

Mas vamos ao que interessa. Listei 8 razões para você abrir um negócio próprio. Fique a vontade para listar mais motivos nos comentários.

1- Liberdade de escolha

Aqui quem decide qual rumo tomar é você. A decisão é totalmente sua. Se uma estratégia não deu certo, recalcula a rota e continua. Em um emprego, qualquer mudança demora muito mais para acontecer e na maioria das vezes a decisão nem é sua; você só cumpre ordens.

2- Ganhar mais dinheiro

Obviamente no início de um negócio você irá ganhar menos do que em seu emprego formal, até a sua empresa atingir o ponto de equilíbrio (quando a empresa “se paga”). Mas se tiver desenvolvido um bom plano de negócios, com capital de giro suficiente para sustentar esse período inicial, certamente irá ganhar muito mais que o teto do seu antigo salário (pois é, salário tem teto). Além do seu pró-labore, os lucros da empresa podem ser reaplicados para o crescimento do negócio ou retirado de tempos em tempos.

Mas eu não recomendo que você abandone o emprego que te sustenta. Ao invés disso você pode iniciar uma atividade de negócio como uma renda extra em paralelo para complementar o salário. As opções são bastante variadas, como a venda de alimentos, encomendas, produtos de artesanatos, cosméticos, roupas, enfim. A depender da atividade você pode conseguir vender em seu próprio ambiente de trabalho, até o negócio ganhar proporções que te dêm segurança financeira. Você terá tempo e menos pressão para conhecer o seu público, testar produtos.

como-empreender-em-4-etapas

3- Ter mais flexibilidade

Quando converso com amigas empreendedoras, este é um ponto em comum destacado por elas: a flexibilidade. Com certeza é minha principal razão para insistir em opções de negócios próprios. Depois de conhecer a rotina em um emprego formal e passar a trabalhar pra mim mesma com flexibilidade de horários, nenhum emprego no mundo pagaria por isso. E se você decide trabalhar em casa, melhor ainda, pois não tem custos e estresse com deslocamento, pode cuidar de sua casa, família e gerar renda. Com organização e compromisso, trabalhar em casa pode ser muito lucrativo e produtivo também.

A depender do trabalho no começo não terá tanta flexibilidade, pois o negócio depende muito mais de você agora, encontrar os clientes certos, gerar demanda de serviços ou produtos, encontrar as pessoas certas pra trabalhar com você. Mas depois disso, você terá sim muito mais flexibilidade e liberdade.

4- Provar que você pode

Sim, você é capaz. Muitas vezes você duvida de si mesma, acha que não conseguiria, até enfrentar o desafio de criar algo seu, que você faz com paixão. Converso com muitas meninas sobre empreendedorismo e percebo que quando uso essas palavras “negócio próprio”, “empreender” ou “empreendedorismo” elas dizem “ah, não é pra mim”. Adoram as ideias, pensam que seria legal se tornarem maquiadoras profissionais, confeiteiras, artesãs, mas se eu usar uma dessas palavras elas dão pra trás.

O grande vilão disso é a nossa cultura, que não nos prepara nas escolas para sermos empreendedores; nos prepara para sermos empregados, por isso existe um medo e insegurança natural relacionado ao assunto.

Mas basta você dar uma chance a si mesma que irá descobrir habilidades que jamais sonharia ter. Sim, você é capaz.

5- Fazer o que gosta

trabalhar-com-o-que-gosta

Como ser bem sucedida se você não faz aquilo que gosta? Pior, como pode passar tantas horas do seu dia e anos da sua vida trabalhando em algo que não te dá prazer, só pelo salário e “segurança” que você acha que o emprego dá? Quando você faz o que gosta, não fica contando nos dedos os feriados, folgas e férias para curtir um pouco de felicidade. Descubra uma forma de ganhar dinheiro fazendo o que gosta e tudo na sua carreira começa a fazer sentido.

6- Pode ser mais fácil do que imagina

Abrir um negócio é bem menos complicado do que você acha. Às vezes olhamos pra frente e enxergamos um caminho muito longo e difícil de seguir, até que começamos a andar por ele, um passo após o outro, e quando nos damos conta, CHEGAMOS! Nem foi difícil assim. Abrir um negócio é um desafio sim, cheio de riscos, mas se você não quer riscos, então não viva.

7- Não ter chefe

Muitas aspas nesse ponto. Quando você tem um negócio seus chefes são seus clientes, parceiros, colaboradores. Cada um deles será peça essencial para o desenvolvimento de um negócio saudável, mas nada de alguém mandando em você, certo? É você quem toma as decisões.

8- Batalhar pelo crescimento de algo que é seu

Se você se desgasta todos os dias trabalhando pra gerar lucro pra alguém, que tal fazer isso pra você mesma? Quando o dinheiro que entra depende totalmente do seu emprenho, a motivação surge naturalmente. Então sem dúvidas é muito melhor gerar riqueza pra algo que é seu do que para o negócio de outros.

Se você não precisa de motivos e já está convencida de que quer ser dona do próprio negócio, só não sabe exatamente o quê abrir, baixe o e-book gratuito 7 passos para identificar uma oportunidade de negócio em uma semana, disponível no banner principal do blog ou o e-book 130 ideias de negócios para montar em casa, neste link.

Related Post

Ebook Grátis 8 MANEIRAS REAIS DE GANHAR DINHEIRO EM CASA PELA INTERNET

Ives Lopes

Jornalista e Blogueira, empreende desde 2009. Depois de fracassos e sucessos se tornou uma "bolsa de ideias" e encontrou várias opções de negócios lucrativos com baixo investimento para ajudar você a começar do zero.

Website: http://www.bolsadeideiasdenegocio.com

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *